Grande SP - Política -

Osasco reelege Rogério Lins em primeiro turno; Guarulhos terá segundo turno entre Guti e Eloi Pietá

Em Mogi das Cruzes e Taboão da Serra também haverá 2º turno; Itapevi e Barueri registraram vitórias esmagadoras dos atuais prefeitos

O atual prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), foi o vencedor da eleição deste domingo e conduzirá a cidade – segunda mais rica do Estado e quinta mais populosa (com 699.944 habitantes) – por mais quatro anos. Ele que manteve a vice, Ana Maria Rossi (PL), mulher do ex-prefeito Francisco Rossi, obteve 60,94% dos votos válidos.

Na sequência ficaram Dr. Lindosso, do Republicanos, com 19,86%, e o ex-prefeito Emidio de Souza, do PT, com 13,38%. Ex-vereador por dois mandatos, Lins enfrentou problemas logo após ser eleito prefeito pela primeira vez, em 2016 (com 61% dos votos válidos). Ele e 13 vereadores foram presos acusados de terem contratado funcionários fantasmas para a Câmara Municipal.

Em junho de 2019, o prefeito e a esposa, Aline Lins, foram atingidos pelo fogo após explosão de uma fogueira que acendiam com uma tocha, durante tradicional evento junino dos servidores municipais de Osasco. O casal teve queimaduras de primeiro e segundo graus pelo corpo.

“Em primeiro lugar agradeço a Deus. Agradeço também aos mais de 200 mil osasquenses que nos deram uma nova oportunidade. É a maior votação no primeiro turno da história de Osasco. Com muita humildade, seguimos nosso trabalho”, manifestou o eleito em suas redes sociais após a confirmação do resultado.

O Blog do Baena traz os números ainda de outros importantes municípios da Grande São Paulo, caso de Guarulhos – segunda maior cidade do Estado -, onde o atual prefeito, Guti (PSD), vai enfrentar o ex-chefe do Executivo, Eloi Pietá (PT). O resultado contraria pesquisas de intenção de voto para o 1º turno que mostravam o petista numericamente à frente.

Eleições Municipais Osasco 2020 – 100% de urnas apuradas

Rogério Lins/Podemos – 60,94% (204.207 votos) ELEITO

Dr. Lindosso/Republicanos – 19,86% (66.543 votos)

Emidio de Souza/PT – 13,38% (44.849 votos)

Simony dos Anjos/PSOL – 4,54% (15.202 votos)

Marcos Souza Dateninha/SD* – 0,67% (2.244 votos)

Reinaldo Mota/PRTB* – 0,61% (2.29 votos)

Brancos – 6,30% (25.649)

Nulos – 11,41% (46.640)

Abstenções – 28,23% (160.178)

*candidatura sob judice

Eleições Municipais Guarulhos 2020 – 100% de urnas apuradas

Guti/PSD – 45,65% (261.211) 2º TURNO

Eloi Pietá/PT – 32,24% (184.502 votos) 2º TURNO

Fran Correa/PSDB – 10,49% (23.426 votos)

Rodrigo Tavares/PRTB – 4,09% (23.426 votos)

Adriana Afonso/PL – 2,82% (16.110 votos)

Simone Carleto/PSOL – 1,63% (9.319 votos)

Wagner Freitas/PTB* – 1,19% (6.797 votos)

Professora Sandra Santos/PDT – 1,16% (6.646 votos)

Eduardo Barreto/PROS* – O,42% (2.426 votos)

Professor Auriel/PCdoB* – 0,30% (1.736 votos)

Brancos – 6,32% (44.313)

Nulos – 12,02% (84.230)

Abstenções – 19,72% (172.116)

*candidatura sob judice

Vereadores Eleitos:

Osasco

Guarulhos

Ainda na Grande São Paulo, chamou atenção a expressiva votação de Igor Soares (Podemos), reeleito em Itapevi, com 98% dos votos válidos. Já Barueri reelegeu Rubens Furlan (PSDB), com 85,35%, para seu sexto mandato como prefeito.

Em Mogi das Cruzes, o atual prefeito Marcus Melo (PSDB) enfrentará Caio Cunha (Podemos) no segundo turno. Taboão da Serra também terá uma nova rodada de votação com Engenheiro Daniel (PSDB) e Aprigio (Podemos) na disputa. Confira resultados nas principais cidades da Grande São Paulo:

Mogi das Cruzes

Carapicuíba

Itaquaquecetuba

Suzano

Taboão da Serra

Barueri

Embu das Artes

Cotia

Itapevi

Leia também:

Paulo Serra confirma favoritismo e é o primeiro prefeito reeleito em Santo André após 16 anos

COMPARTILHAR: