ABC - Política -

Paulo Serra confirma favoritismo e é o primeiro prefeito reeleito em Santo André após 16 anos

Atual prefeito, do PSDB, teve 76,88% dos votos válidos; Blog do Baena traz os resultados nas demais cidades do ABC 

Paulo Serra (PSDB) foi reeleito em primeiro turno neste domingo (15) e comandará a Prefeitura de Santo André por mais quatro anos. O atual prefeito confirmou o favoritismo e a ampla aprovação popular à sua gestão com 76,88% dos votos válidos, após a divulgação dos números pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), com atraso em todo o país – principalmente do estado de São Paulo -, em virtude de falhas no sistema de transmissão dos resultados.

O tucano ainda colocou seu nome na história do município. É o primeiro prefeito do PSDB reeleito em Santo André, cidade que até 2016 era tida como um reduto petista e fazia parte do chamado “cinturão vermelho” do ABC Paulista. Há quatro anos, Serra derrotava o então prefeito Carlos Grana (PT) em segundo turno, com 78,21%.

E tem mais: o último prefeito reeleito em Santo André foi João Avamileno, então no PT, em 2004 – na disputa novamente, agora pelo Solidariedade, ele teve 0,28%. Já o último postulante a vencer em primeiro turno foi o petista Celso Daniel (1951-2002) em 2000. Mais um paradigma quebrado pelo atual prefeito andreense.

“Isso claro nos deixa muito felizes, mas também nos enche de responsabilidade pra gente continuar trabalhando, continuar tirando bons projetos do papel e continuar construindo uma cidade cada vez melhor”, disse Serra em pronunciamento após a oficialização da vitória. Ele agradeceu a confiança do eleitor em sua gestão ao lado da primeira-dama, Ana Carolina Serra, e do vice-prefeito Luiz Zacarias (PTB), também acompanhado da esposa, Marlene.

Em segundo lugar, ficou a Professora Bete Siraque (PT), com 7,35%. Santo André seguiu a tendência observada em diversas cidades brasileiras nesta eleição de não mudar o comando do Executivo. Os discursos radicais de candidatos conservadores que colaram no presidente Jair Bolsonaro também foram rejeitados.

Eleições Municipais Santo André 2020 – 100% de urnas apuradas

Paulo Serra/PSDB – 76,88% (266.591 votos) ELEITO

Professora Bete Siraque/PT – 7,35% (25.493 votos)

Bruno Daniel/PSOL – 7,21% (25.018 votos)

Ailton Lima/PSB – 5,09% (17.636 votos)

Sargento Lobo/Patriota – 1,95% (6.753 votos)

Policial Federal Dennis Ferrão/PRTB – 1,02% (3.529 votos)

João Avamileno/SD – 0,28% (961 votos)

Alex Arrais/PTC – 0,16% (569 votos)

Simone Souza/PCO* – 0,07% (226 votos)

Brancos – 4,61% (18.662)

Nulos – 9,66% (39.067)

Abstenções – 28,88% (162.339)

*candidatura sob judice

O ABC ainda teve outros dois prefeitos reeleitos, em São Bernardo e São Caetano, embora nesta última ainda não haja oficialização da vitória pois os votos de José Auricchio Júnior (PSDB) estão sob análise devido ao indeferimento da candidatura do atual prefeito. Ele tem problemas com a Justiça Eleitoral em razão do recebimento de doações irregulares na campanha de 2016. Recurso foi apresentado e está sob análise.

Em Mauá e Diadema haverá segundo turno. Assim como Diadema, onde Pretinho (DEM), candidato do atual prefeito Lauro Michels (PV), não teve um bom desempenho, Rio Grande da Serra não elegeu  Professora Marilza (PSD), a vice do prefeito Gabriel Maranhão (Cidadania), prestes a concluir seu segundo mandato. Ribeirão Pires, optou pelo retorno de Clóvis Volpi (PL) à Prefeitura e não reelegeu Kiko Teixeira (PSDB), também com pendências com a Justiça Eleitoral. Num pleito diferente, em plena pandemia de Covid-19, os índices de abstenção foram elevados, acima dos 20%, chegando a superar em alguns casos a votação do primeiro colocado. Confira os números:

Eleições Municipais São Bernardo do Campo 2020 – 100% de urnas apuradas

Orlando Morando/PSDB – 67,28% (261.761 votos) ELEITO

Luiz Marinho/PT – 23,34% (90.803 votos)

Rafael Demarchi/PSL – 5,10% (19.859 votos)

Dr. Leandro Altrão/PSB – 2,53% (9.839 votos)

Lourdes da Chapa Coletiva/PSOL – 1,56% (6.076 votos)

Claudio Donizete/PSTU – 0,19% (743 votos)

Brancos – 4,63% (21.032)

Nulos – 9,88% (44.981)

Abstenções – 26,62% (165.087)

Eleições Municipais São Caetano do Sul 2020 – 100% de urnas apuradas

Auricchio/PSDB* – 45,28% (42.842 votos)

Fabio Palacio/PSD – 32,13% (30.404 votos)

Mario Bohm/Novo – 9,10% (8.615 votos)

Thiago Tortorello/PRTB – 5,92% (5.606 votos)

Horácio Neto/PSOL – 4,33% (4.096 votos)

João Moraes/PT – 1,81% (1.709 votos)

Casonato/Rede – 1,00% (945 votos)

Nilson Bonome/PSL – 0,43% (407 votos)

Brancos – 3,96% (4.261)

Nulos – 8,07% (8.680)

Abstenções – 24,53% (34.963)

*candidatura sob judice 

Eleições Municipais Diadema 2020 – 100% de urnas apuradas

Filippi/PT – 45,65% (92.670 votos) 2º TURNO

Taka Yamauchi/PSD – 15,42% (31.301 votos) 2º TURNO

Dr. Ricardo Yoshio/PSDB – 14,64% (29.726 votos)

Revelino Almeida Pretinho/DEM – 10,11% (20.524 votos)

Ronaldo Lacerda/PDT – 5,26% (10.684 votos)

Marcos Michels/PSB – 2,75% (5.558 votos)

Gesiel Duarte/Republicanos – 2,49% (5.054 votos)

Denise Ventrici/PRTB – 0,93% (1.882 votos)

Rafaela Boani/PSOL – 0,90% (1.835 votos)

Jhonny Rich/PSL – 0,75% (1.532 votos)

Arquiteto David/PSC – 0,68% (1.378 votos)

Dr. Airton/PMB – 0,24% (485 votos)

Professor Ivanci/PSTU – 0,18% (360 votos)

Brancos – 6,55% (15.980)

Nulos – 10,16% (24.765)

Abstenções – 25,95% (85.407)

Eleições Municipais Mauá 2020 – 100% de urnas apuradas

Atila/PSB – 36,48% (70.490 votos) 2º TURNO

Marcelo Oliveira/PT – 19,84% (38.330 votos) 2º TURNO

Juiz João/PSD – 19,50% (37.675 votos)

Zé Lourencini/PSDB – 9,38% (18.134 votos)

Policial Federal Mauro Roman/PRTB – 3,84% (7.425 votos)

Donisete Braga/PDT – 2,68% (5.174 votos)

Amanda Bispo/UP – 2,04% (3.950 votos)

Ronaldo Pedrosa/PP – 2,02% (3.898 votos)

Vanessa Damo/MDB – 1,53% (2.948 votos)

André Sapanos/PSOL – 1,26% (2.426 votos)

Professor Betinho/PSL – 1,03% (1.991 votos)

Dra. Roseni/PMN – 0,41% (793 votos)

Brancos – 6,01% (14.093)

Nulos – 11,59% (27.171)

Abstenções – 23,50% (72.020)

Eleições Municipais Ribeirão Pires 2020 – 100% de urnas apuradas

Clovis Volpi/PL – 45,91% (25.905 votos) ELEITO

Kiko/PSDB* – 34,16% (19.273 votos)

Prof. Felipe Magalhães/PT – 9,03% (5.097 votos)

Marisa da Casas Próprias/SD – 8,27% (4.665 votos)

Carlos Sacomani Banana/PSL – 2,63% (1.485 votos)

Brancos – 6,12% (4.168)

Nulos – 10,92% (7.425)

Abstenções – 24.83% (22.466)

*candidatura sob judice 

Eleições Municipais Rio Grande da Serra 2020 – 100% de urnas apuradas

Claudinho da Geladeira/Podemos – 35,56% (8.656 votos) ELEITO

Akira Auriani/PSB – 33,79% (8.225 votos)

Professora Marilza/PSD – 27,24% (6.630 votos)

Ramon Velasquez/PT – 2,00% (487 votos)

José Teixeira/PSL* – 1,42% (345 votos)

Brancos – 4,09% (1.125)

Nulos – 7,33% (2.013)

Abstenções – 22,33% (7.903)

*candidatura sob judice 

Vereadores eleitos:

Santo André

São Bernardo do Campo

São Caetano do Sul

Diadema

Mauá

Ribeirão Pires

Rio Grande da Serra

Leia também:

Chocolateria Brasileira escolhe Santo André para abrir sua primeira loja de rua

COMPARTILHAR: