ABC - Grande SP - Política -

Morando e Doria pintam muro juntos e unificam discurso anti-PT

Os prefeitos de Bernardo, Orlando Morando, e de São Paulo, João Doria, ambos do PSDB, aproveitaram este sábado (15) para promover ações conjuntas na divisa dos municípios e seus programas de zeladoria: “Parede Limpa” e “Cidade Linda”, respectivamente. Nos arredores dos bairros Taboão e Jardim Savério, os dois pintaram um portão pichado (foto), plantaram uma árvore e… falaram mal do PT.

Doria chegou a chamar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silvacondenado nesta semana a 09 anos e 06 meses de prisão em primeira instância – de “sem vergonha” e “mentiroso” e a ex-presidente Dilma Rousseff de “anta”. Ainda disse que o espelho dos petistas é o da “vagabundagem”.

Reforçando o coro anti-PT, Morando foi um dos primeiros prefeitos tucanos do ABC a comemorar a decisão do juiz Sergio Moro e o fato de Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo, ter sido denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF), também nesta semana, sob acusação de dispensa ilegal de licitação e peculato envolvendo as obras do Museu do Trabalho e do Trabalhador (fraudes e desvio de R$ 7,9 milhões foram apontados). Para completar, Morando rasgou um jornal do PT municipal, durante uma de suas lives no Facebook, por discordar de críticas à sua gestão.

Doria e Morando foram aplaudidos por seus vices, Bruno Covas (PSDB) e Marcelo Lima (SD), além de secretários municipais, vereadores e assessores. O “estilo Doria” tem pautado o marketing do prefeito de São Bernardo desde o período eleitoral.

Integração via Consórcio

Durante o encontro, ficou definido que a Prefeitura de São Paulo também terá lugar nas assembleias do  Consórcio Intermunicipal Grande ABC, assim como já ocorre com o governo do Estado. O posto será ocupado por Fábio Lepique, secretário-adjunto das Prefeituras Regionais.

Leia também:

São Bernardo é a única cidade do ABC em ranking das 30 mais seguras do Brasil

 

 

Compartilhar: