ABC - Política - Sociedade -

Vídeo íntimo de Orosco com a amante circula em Mauá e nas redes sociais

A internet não perdoa. Bastou a ex-deputada Vanessa Damo (PMDB) dizer em entrevista ao Diário do Grande ABC que tem em seu poder – e anexou a processo judicial – vídeos do marido José Carlos Orosco Júnior (PMDB) fazendo sexo com a amante (a advogada e ex-secretária de Assuntos Jurídicos de Mauá, Camila Brandão Sarem) que imagens estão circulando em grupos de WhatsApp e gerando comentários em redes como o Facebook.

Trecho de vídeo que circula em redes sociais e grupos de WhatsApp

Trecho de vídeo que circula em redes sociais e grupos de WhatsApp

Funcionários da própria Prefeitura de Mauá tem se encarregado de distribuir o vídeo – e atribuem o protagonismo a Orosco e Camila. Alguns ouvidos pela reportagem garantem ter assistido as imagens dentro do Paço e já espalham comentários. O material, recebido em primeira mão pelo BLOG DO BAENA (e que não será reproduzido aqui), dá também cunho político ao “flagrante” (por parte de adversários).

camila_orosco1

Camila Brandão Sarem e Júnior Orosco

Nas redes sociais é possível ler coisas do tipo: “Não é que o tal do vídeo existe mesmo!!! Danadinho esse menino!!!”; “Vídeo deprimente”; “Rapaz. Acabei de ver…”; “A casa grande se diverte. Que vergonha!”; e até “Alexandre Frota perdeu o trono… Não é mais rei!!!”. Vanessa chegou a dizer que o marido – eles estão em processo turbulento de separação e ela o acusa de agressão física – usava os vídeos “pornográficos” para a desestabilizar e torturar psicologicamente.

A ex-deputada Vanessa Damo

A ex-deputada Vanessa Damo

Filhas

A ex-deputada conseguiu no TJ-SP (Tribunal de Justiça de Estado de São Paulo) a guarda das duas filhas pequenas que estão sob a responsabilidade de Orosco, ex-secretário de Obras da Prefeitura de Mauá. Ele tirou as meninas de Vanessa, que espera para ainda hoje (sexta, 10) a devolução. Ela alegou temer que ele saia do país com as crianças.

Baixas

Por falar em Mauá, o governo de Atila Jacomussi (PSB) não para de acumular exonerações em pouco mais de um mês da posse. Após Orosco e Camila Sarem – por conta da polêmica envolvendo Vanessa Damo -, Sandro Pacolla foi demitido da Secretaria de Esporte. Apesar das baixas, Atila nega crise na gestão. O motivo da demissão de Pacolla seria acúmulo de função – proibido por lei. Ele não se desligou do cargo de professor de Educação Física do Estado para assumir a secretaria.

Aliás, veio à tona que o nome Camila Sarem ainda constava como advogada na Prefeitura de Ribeirão Pires, mesmo depois da nomeação em Mauá – indicada por Orosco.

 

Compartilhar: