ABC - Sociedade -

Prefeito de Diadema cobra envio de mais doses para prosseguir com Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza

Doses enviadas pelo Estado acabaram ainda no período da manhã

O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), foi às redes sociais nesta segunda-feira (23) para exigir da Secretaria do Estado da Saúde e do Ministério da Saúde uma posição para o envio de mais doses da vacina contra a influenza. A quantidade de 12.500 doses enviadas para o município não foi suficiente para o primeiro dia da Campanha Nacional de Vacinação.

“Estamos voltados ao combate do COVID-19. Diadema está mobilizada e preparada também para a campanha de vacinação nas escolas. Organizamos os idosos, separamos as filas, organizamos as equipes multidisciplinares. Tudo isso tem custo. Precisamos dividir a responsabilidade”, afirmou o prefeito. A previsão é de que o município seja reabastecido na sexta-feira (27), mas Michels pede brevidade.

Neste ano, os postos de vacinação foram montados em escolas municipais. A medida foi adotada para não sobrecarregar os serviços de saúde que, no momento, estão voltados ao atendimento dos casos suspeitos do novo coronavírus.

Leia também:

Prefeitos do ABC decidem pela suspensão temporária do transporte coletivo na região

 

Compartilhar: