ABC - Sociedade -

Prefeitos do ABC decidem pela suspensão temporária do transporte coletivo na região

A partir do dia 29, circulação dos ônibus municipais será totalmente paralisada

Em assembleia extraordinária do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, realizada na manhã desta quarta-feira (18), que reuniu os prefeitos dos sete municípios que compõem a região, foi determinada a suspensão temporária do transporte público municipal. A interrupção do serviço será gradativa, até o próximo dia 28.

A partir do dia 29, a suspensão dos coletivos passa a ser total, por período indeterminado. A medida faz parte de um esforço regional para conter o avanço do novo coronavírus (COVID-19), que configura pandemia.

A decisão do Consórcio Intermunicipal tem o objetivo de minimizar danos à população e preservar vidas no Grande ABC (Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra). Durante a reunião, os prefeitos trataram ainda de outras medidas preventivas e ações conjuntas em relação ao coronavírus, em consonância com as orientações do Governo do Estado de São Paulo.

(Atualização às 16h): Conforme estimativa do Consórcio, serão suspensas, ao todo, e de forma gradativa, aproximadamente 200 linhas. Por dia, são aproximadamente 500 mil passageiros. Cada município disponibilizará estrutura para atender as demandas dos profissionais de saúde, segurança e pacientes em tratamentos especiais.

Leia também:

Santo André tem primeiro caso confirmado do novo coronavírus

 

Compartilhar: