ABC - Sociedade -

Médico Drauzio Varella visita Hospital Mário Covas para gravação de campanha

Websérie reforça necessidade da vacinação de pacientes imunocomprometidos

Em evidência após a repercussão de reportagem do “Fantástico”, da Rede Globo, sobre a vida de mulheres transexuais em presídios masculinos e, principalmente após o abraço que deu em uma das detentas sem questionar o crime por ela – condenada há mais de 30 anos de prisão – cometido, Dr. Drauzio Varella esteve recentemente no Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, para gravação de uma websérie sobre vacinação de pacientes de risco.

A campanha com a participação do médico, que além de oncologista é cientista e escritor, tem objetivo de disseminar informação sobre o papel e a importância dos Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIEs) e a proteção adequada para pacientes imunocomprometidos, transplantados ou não. O projeto “CRIE + Proteção” pertence ao Laboratório Pfizer e tem apoio da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e do CRIE do Hospital Mário Covas.

A websérie terá início neste mês de março e poderá ser assistida nos sites da Pfizer e da SBIm. Serão gravados três vídeos (o primeiro foi rodado em fevereiro, enquanto a matéria do “Fantástico” foi ao ar em 1º de março), cada um com o foco em um paciente imunossuprimido: um em tratamento oncológico, um com Aids e outro que passou por algum transplante. No CRIE ABC, do Hospital Estadual Mário Covas, foi gravado o episódio com o médico e um paciente transplantado.

A campanha tem o propósito de levar informação ao maior número de pessoas sobre a importância da vacinação em pacientes de risco, pois muitos desconhecem a necessidade de se vacinar e o papel dos CRIEs. O médico Drauzio Varella foi recepcionado pelo diretor técnico do Hospital Mário Covas, Dr. Alexandre Cruz Henriques, pela diretora de Enfermagem, Maria Elisa Ramos, e pela coordenadora do CRIE ABC, Dra. Andréia Maruzo Perejão.

Drauzio Varella e a coordenadora do Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais do Hospital Mário Covas, Dra. Andréia Maruzo Perejão

Leia também:

Santo André regulamenta publicidade em táxis

Compartilhar: