ABC - Sociedade -

Ícone do basquete feminino brasileiro, Laís Elena morre em Santo André

A ex-jogadora e ex-treinadora Laís Elena, grande nome do basquete feminino nacional, morreu nesta terça-feira (12), em Santo André, cidade do ABC com a qual tinha forte identificação. Ela, que lutava contra as complicações de um câncer de mama e tinha acabado de completar 76 anos (nesta segunda, dia 11), estava internada na UTI do Hospital Brasil.

Laís Elena dedicou 60 anos de sua vida ao basquete – os últimos 54 ao esporte andreense. Como jogadora, foi cinco vezes campeã Sul-Americana (1965, 1967, 1968, 1970 e 1974), bicampeã dos Jogos Pan-Americanos (1967 e 1971) e medalha de bronze no Mundial de 1971 com a Seleção. A partir de 1976, atuou como treinadora e conquistou títulos importantes para o Santo André, entre eles o Campeonato Brasileiro de 1999 e a primeira edição da Liga de Basquete Feminino (LBF), em 2011.

“A gente quer que o legado de Laís perdure por muito tempo”, disse Bruno Guidorizzi, atual treinador de Santo André. “Com enorme pesar noticiamos o falecimento da ex-jogadora da seleção brasileira e grande treinadora, Laís Elena Aranha da Silva, de 76 anos. Nossos sentimentos aos familiares e amigos”, manifestou a Confederação Brasileira de Basquete (CBB), em comunicado.

Trajetória

Natural de Garça, no interior paulista, Laís Elena iniciou sua carreira como armadora no Corinthians, mas escreveu seu nome no basquete de Santo André, onde chegou em 1964 e permaneceu por 11 anos como jogadora – em princípio no extinto ADC Pirelli. Como treinadora, passou cerca de 40 temporadas no comando técnico dos times adulto e de base da cidade. A ex-jogadora Janeth Arcain, campeã mundial em 1994 e uma das maiores estrelas do basquete brasileiro, foi treinada por Laís Elena em solo andreense.

Como técnica, Laís Elena atuou por quase 40 temporadas na região do Grande ABC e conquistou o título da primeira edição da Liga de Basquete Feminino (LBF), na temporada 2010/11

Atualmente, Laís Elena atuava como secretária adjunta de Esporte e Prática Esportiva de Santo André. A Prefeitura Municipal emitiu nota de pesar logo que foi confirmado o falecimento. “Ela é um grande exemplo e símbolo do basquete na cidade, onde formou grandes atletas e fez sua história. Além disso, realizou um lindo trabalho na Secretaria de Esportes. Registramos aqui os nossos mais profundos sentimentos a toda a família. Obrigado por tudo, Laís!”, destacou o texto.

“Obrigado pelo lindo trabalho realizado em Santo André, Laís. Foi inspirador ver sua dedicação pelo esporte e formação de novos talentos. Laís foi uma guerreira e lutou muito até o fim. Nossos sentimentos a toda a família e gratidão por todo o trabalho desenvolvido. A rainha do basquete de Santo André deixará para sempre sua marca na cidade!”, publicou o prefeito Paulo Serra (PSDB), que decretou luto oficial de três dias no município.

O velório vai ocorrer na Câmara Municipal, nesta quarta (13), das 07h às 15h, e será aberto ao público. Até o fechamento desta reportagem, não havia informações sobre o enterro.

(Fotos: Danilo Sardinha/GloboEsporte.com e Gaspar Nóbrega / Arquivo / LBF)

Atualizado às 23h55

Leia também:

Após região ser castigada pelas chuvas, prefeitos do ABC terão encontro com o governador Doria

Compartilhar: