Grande SP - Sociedade -

Governo de São Paulo entrega estação da CPTM e canalização de córrego em Osasco

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) esteve nesta segunda-feira (26) em Osasco, onde entregou as obras de modernização da Estação Quitaúna, da Linha 8-Diamante da CPTM, e a primeira etapa da canalização do Ribeirão Vermelho. O prefeito da cidade, Rogério Lins (Podemos), e a vice, Ana Maria Rossi (PR), acompanharam as ações.

“São duas obras importantes para a cidade e para a região. A Estação Quitaúna está mais confortável e segura para os usuários. No Ribeirão Vermelho, vamos dobrar a capacidade de escoamento para o rio Tietê de 60 para 120 metros cúbicos por segundo”, afirmou o governador.

Autoridades acompanharam entrega das novas instalações da Estação Quitaúna

Autoridades acompanharam entrega das novas instalações da Estação Quitaúna

A Estação Quitaúna foi ampliada, ganhou dois elevadores e outros itens de acessibilidade, como rampa de acesso, passarela interna, piso e rotas táteis, comunicação em Braille e sanitário para pessoas com deficiência. A reforma incluiu também readequação do layout das salas técnicas e operacionais.

Com o novo projeto, os sanitários comuns foram reformados e as bilheterias receberam blindagem. As coberturas das plataformas foram ampliadas e ganharam forro e fechamentos metálicos. Piso e toda a infraestrutura receberam tratamento, com modernização das instalações elétricas, novas luminárias e gerador. A estação ainda ganhou novo sistema de monitoramento por câmeras internas de segurança, além de equipamentos e sistema de combate a incêndio.

Obras de paisagismo e urbanismo foram realizadas no entorno da estação, que ganhou uma passarela externa para pedestres. Segundo o governo do Estado, mais duas estações dessa linha serão modernizadas até 2018: Jardim Silveira e Jardim Belval. Ambas já estão em obras.

Ribeirão Vermelho: projeto deve ser totalmente concluído no final de 2018

Ribeirão Vermelho: projeto deve ser totalmente concluído no final de 2018

Canalização

A primeira etapa de canalização do Ribeirão Vermelho, com 1,2 mil metros, fica entre a ponte da avenida Luiz Rink e a ponte da avenida Presidente Médici. Junto com a entrega da primeira etapa da obra, Alckmin assinou autorização para a segunda etapa, com mais 2,6 mil metros de canalização, na divisa de São Paulo com Osasco, no trecho entre a ponte da avenida Presidente Médici e a rodovia Anhanguera. As obras são realizadas pelo DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica).

Com investimento de R$ 38,8 milhões, a canalização visa a redução do risco de inundações. A expectativa é concluir as obras no segundo semestre de 2018.

Leia também:

Fora do ar: operadoras ganham ações contra canais de TV no ABC

 

Compartilhar: