ABC - Economia -

Chocolateria Brasileira escolhe Santo André para abrir sua primeira loja de rua

 

 

Com a pandemia do novo coronavírus, franquia de chocolates finos prioriza crescimento da rede para ruas e avenidas de todo o país e inicia nova estratégia de expansão pelo ABC

 

Chocolateria Brasileira, rede de franquias de chocolates finos, inaugura em Santo André, no Grande ABC, sua primeira loja fora de shoppings centers. Com a expectativa do “novo normal”, Christian Neugebauer, herdeiro de uma família que há 115 anos atua no segmento, decidiu mudar sua estratégia de expansão e apostar em estabelecimentos localizados em ruas e avenidas do país.

No entendimento de Neugebauer, que comanda a rede, com o término do isolamento social, haverá uma mudança no comportamento dos consumidores, que vão preferir evitar as aglomerações tão comuns em locais como os shoppings. A reconfiguração do plano de expansão – antes voltado para os grandes malls – tem outro motivo: a maior oferta de pontos comerciais com preços mais baixos de aluguel, o que resulta em maior liberdade de operação para os franqueados.

“Atualmente, 40% de nossas lojas estão localizadas em ruas. Com a restrição de mobilidade, notamos que as pessoas passaram a circular e consumir mais no comércio de rua”, declara Cintia Pitta, gerente de franquias da Chocolateria Brasileira.

No mercado desde 2015 e com modelo de franquias elaborado recentemente, a empresa possui unidades distribuídas no Brasil, em formato de lojas e quiosques. A Chocolateria Brasileira também opera atualmente por e-commerce próprio atendendo todo o Brasil e conta com 25 lojas distribuídas entre os estados de Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Santa Catarina, além do Distrito Federal.

Bairro Jardim

 

A nova loja da Chocolateria Brasileira fica na rua das Monções, num dos mais tradicionais e nobres pontos de Santo André, o bairro Jardim. O médico Maurício Rios e sua esposa Talita Santos são os franqueados.

Nova loja fica no número 589 da rua das Monções, no Bairro Jardim, e funciona das 09h às 19h, de segunda a domingo

O casal faz questão de frisar que a loja abre as portas, em ambiente aconchegante e arejado, seguindo todos os protocolos sanitários e medidas de segurança. O uso de máscaras é obrigatório, há distanciamento entre as mesas e álcool gel à disposição.

No espaço, de 85m², os consumidores terão a oportunidade de degustar  grande variedade de produtos desenvolvidos com as melhores espécies e frutos do cacau, além das bebidas quentes e sobremesas exclusivas da marca. O horário de funcionamento é das 09h às 19h, de segunda a domingo.

Leia também:

Jovem diretor de São Bernardo dá voz às mulheres trans e concorre a melhor documentário do ano

COMPARTILHAR: