ABC - Sociedade -

CHM de Santo André é cenário para homenagem musical exibida na Internet a todos os profissionais da saúde

Ação do Projeto Toca foi transmitida em live no YouTube e arrecadou recursos para o envio de cestas básicas para comunidades carentes

Uma ação para sensibilizar as pessoas e inspirar valores como gratidão, solidariedade, união e homenagear os profissionais da saúde. Assim pode ser definida a iniciativa do Projeto Toca, promovida nesta sexta-feira (29) e que teve como cenário o CHM (Centro Hospitalar Municipal) Dr. Newton da Costa Brandão, em Santo André.

O evento contou com apresentação de músicos reunidos pela agência de eventos RedBox, que encantaram a todos com profissionalismo, repertório eclético e de bom gosto. Cafés especiais e doces foram oferecidos aos profissionais da saúde pela cafeteria Bogo Café e pela doceria Tammy Montagna Delicious Patisserie, ambas de São Paulo.

“A ideia do projeto surgiu do momento em que estamos vivendo e serve para reforçar a importância desses heróis que estão lutando na linha de frente pela vida e saúde das pessoas da nossa comunidade”, explicou Paulo Belliboni, fundador do Projeto Toca em parceria com Bianca Nicolela Susanna, residente de Oftalmologia da FMABC (Faculdade de Medicina do ABC) e que dá plantões no CHMSA.

A apresentação dos músicos – que ocorreu no horário de almoço dos colaboradores e ao ar livre numa área próxima ao refeitório do hospital – foi transmitida ao vivo no YouTube e está disponível neste link. Durante a live, foram arrecadados recursos para a iniciativa “Corona no Paredão, Fome Não”, da organização social Gerando Falcões que está auxiliando ONGs e líderes comunitários na aquisição e distribuição de cestas básicas para famílias vulneráveis de periferias e comunidades de todo o Brasil.

“Nossos pacientes puderam ouvir o som vindo da janela e gostaram muito. A gente também”, declarou Daniela Varoto, assistente social da Psiquiatria do CHMSA. “Maravilhoso o projeto e com uma banda excelente. Nossa equipe adorou. É um alívio em meio à tensão do momento”, ressaltou Ednéia Multini, psicóloga do Núcleo de Obesidade que funciona no ambulatório do hospital. “Tudo foi pensado com cuidado para manter a segurança de todos. Agradeço a oportunidade de apreciar um evento tão bacana neste momento que estamos passando”, reforçou a enfermeira Maria Aparecida dos Santos, do NECIH (Núcleo de Epidemiologia e Controle de Infecção Hospitalar).

O músico Rodrigo Tostines, proprietário da RedBox – especializada em apresentações em casamentos, eventos sociais e corporativos -, encarou a iniciativa também como uma forma de dar visibilidade e apoio ao trabalho dos artistas durante a pandemia. “Nós músicos sentimos, assim como todos, os efeitos da Covid-19 e tivemos aqui a oportunidade de levar nossa alegria às pessoas nesse período de isolamento por meio de uma merecida homenagem aos profissionais da saúde”, afirmou.

“Buscamos promover e fortalecer valores que nos tocam e nos inspiram. Nosso projeto começou pelos profissionais da saúde, que cuidam da vida, e pelos músicos que cuidam da alma, chegando aos pacientes que estão lutando pela vida”, concluiu Belliboni.

Leia também:

Doria volta atrás e projeta flexibilização da quarentena no ABC e em demais cidades da Grande SP

COMPARTILHAR: