ABC - Política -

Auricchio toma posse e defende geração de empregos, justiça social e a Ciência

posse auricchio 23.12 1

Prefeito assume para o quarto mandato e projeta São Caetano para as pessoas

José Auricchio Júnior (PSDB) tomou posse como prefeito de São Caetano do Sul, em cerimônia realizada no plenário da Câmara Municipal, nesta quinta-feira (23). Junto com ele, foi empossado o vice-prefeito, Carlos Humberto Seraphim (PL).

Em seu discurso, Auricchio destacou a felicidade de iniciar este, que será seu quarto mandato à frente do Palácio da Cerâmica, um recorde na cidade. Ainda fez questão de destacar que o feito só foi possível graças à Democracia, apesar do atraso – neste caso, uma referência à lentidão da Justiça para avaliar seus recursos em processo que se estendeu por meses.

Por falar em Democracia, o prefeito fez questão de exaltar a Ciência, a vacinação das pessoas contra a Covid-19, além dos protocolos sanitários e de segurança para evitar a transmissão do novo coronavírus. Ele reiterou seu compromisso com uma cidade voltada às pessoas, com o constante aperfeiçoamento dos serviços públicos e com atenção especial à área da Saúde, ao enfrentamento da pandemia, à retomada econômica, geração de empregos e à ampliação do arco de proteção social, diante das desigualdades que se acentuaram em todo o país nos últimos dois anos.

posse auricchio 23.12 5

Auricchio com a esposa Denise e os filhos Isabela e Thiago, deputado estadual

“Acho que o maior desafio que vamos enfrentar será o processo educacional no pós-Covid”, apontou. “Vamos construir São Caetano para as pessoas. O bem-estar da população é a prioridade”, completou, ao lado do filho, o deputado estadual, Thiago Auricchio (PL) e da esposa, Denise Auricchio, que reassumirá o Fundo Social de Solidariedade do município. A filha Isabela, que é médica, também acompanhou a cerimônia de posse.

“Em quase 25 anos de vida pública, assumir o quarto mandato de prefeito é um dos maiores presentes que a sociedade de São Caetano do Sul poderia nos conceder. É uma emoção inesquecível”, externou Auricchio, que venceu a eleição de 15 de novembro de 2020 com 42.842 votos (45,28% dos válidos).

Questionado pelo Blog do Baena, o chefe do Executivo disse que, mesmo com apenas três anos de mandato (apenas oito dias de 2021 oficialmente no cargo) cumprirá seu plano de governo. Na segunda (27), às 15h, ocorrerá a cerimônia de transmissão de cargo, no Palácio da Cerâmica, e uma entrevista coletiva para detalhar as ações, mas Auricchio já adiantou que será preciso um contingenciamento da ordem de 5% do orçamento municipal.

Segundo ele, a curto prazo, deve entregar as obras do Parque Matarazzo e do Centro da Terceira Idade, no bairro Fundação; do complexo educacional Eda Mantoanelli e do Atende Fácil Saúde. “Preciso conhecer o cronograma físico e financeiro de cada uma dessas obras, mas acredito que ainda no primeiro semestre serão entregues.”

Bastidores

Dezenas de lideranças da política nacional, estadual, regional e municipal prestigiaram o ato, como o governador de São Paulo em exercício, Rodrigo Garcia (PSDB) e o ex-ministro e ex-prefeito da Capital, Gilberto Kassab, presidente do PSD.

“Com a experiência, espirito público e o entusiasmo que tem por São Caetano, Auricchio fará o seu melhor mandato. Reafirmamos os compromissos do Estado com a cidade. Não tenho dúvida de que a sua volta irá acelerar grandes projetos conjuntos”, discursou Garcia.

posse auricchio 23.12 4

Prefeito assina documento de posse, sob os olhares de Denise Auricchio e do governador em exercício, Rodrigo Garcia, candidato em 2022

A presença de Garcia – João Doria está em viagem ao exterior – foi entendida por alguns não apenas como um sinal de prestígio de Auricchio no meio político, mas como um afago para tentar mantê-lo no PSDB, o que parece pouco provável. Já a figura de Kassab indicaria uma possível migração para o PSD?

Há quem aposte que a ida do presidente Jair Bolsonaro ao PL pode afastar até Thiago Auricchio do partido, por falta de alinhamento político – o próprio Aurichio deixou claro não só no discurso de posse, mas em conversa com os jornalistas, que não compartilha das mesmas ideias do atual chefe da Nação e que seguira se pautando naquilo que acredita.

posse auricchio 23.12 2

Cerimônia de posse foi realizada no plenário da Câmara Municipal de São Caetano do Sul

E o ponto fora da curva ficou para a presença do deputado federal Cezinha de Madureira (PSD). Da bancada evangélica e aliado do presidente, fez um discurso totalmente constrangedor e negacionista, criticando o uso de máscaras. Ainda teve a infelicidade de dizer na tribuna que Denise “atura” Auricchio. O fato de ser o único na mesa de autoridades sem o acessório de proteção exemplificou (e completou) a total falta de bom senso. Eis que o discurso de posse de Auricchio em favor da Ciência foi aquele famoso tapa com luva de pelica.

Presidente do PL, novo partido de Bolsonaro, o ex-deputado federal Valdemar Costa Neto fez o discuso mais breve da noite. Não deve ter falado nem um minuto.

Dentre os prefeitos do ABC, presenças de Paulo Serra (PSDB), de Santo André, também presidente do Consórcio Intermunicipal Grande ABC – acompanhado da esposa Ana Carolina Serra -; José de Filippi Júnior (PT), de Diadema; Clóvis Volpi (PL), de Ribeirão Pires; e de Claudinho da Geladeira (PSDB), de Rio Grande da Serra. Só ficaram ausentes Orlando Morando (PSDB), de São Bernardo do Campo, e Marcelo Oliveira (PT), de Mauá.

Frases

“Já o admirava. Agora muito mais, porque compreendi exatamente qual é a carga de ser prefeito de São Caetano do Sul. Não é fácil, mas tenho a certeza de que, com a sua experiência e sabedoria, irá superar as dificuldades. A Câmara estará lado a lado com a Prefeitura nessa caminhada.”

Tite Campanella (Cidadania), que conduziu interinamente a cidade ao longo deste ano e reassumiu a presidência da Câmara

posse auricchio 23.12 3

Na tribuna, Auricchio destacou lealdade e paciência do vice, Dr. Seraphim

“Nossa cidade continuará em frente, engrandecendo o nosso ABC. Faremos governo digno, honrado e com muito amor à nossa cidade. Temos orgulho de viver e de servir a São Caetano do Sul.”

Carlos Humberto Seraphim, vice-prefeito

Leia também:

Miguel e Helena são os nomes mais registrados em São Bernardo em 2021

COMPARTILHAR: