ABC - Política -

Bonome aceita convite de Pio para ser diretor administrativo da Câmara de São Caetano


Nilson Bonome (PMDB) aceitou, nesta quarta-feira (04), o convite do novo presidente da Câmara de São Caetano do Sul, Pio Mielo (PMDB), e será o diretor administrativo da Casa. A proposta foi encarada com receio entre a base aliada do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), uma vez que Bonome era o homem forte do governo Paulo Pinheiro (PMDB) e articulou para que a Câmara seguisse o parecer do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) e rejeitasse as contas da Prefeitura referentes ao ano de 2012 (último da segunda gestão Auricchio).

Pio, no entanto, diz que não encara o convite a Bonome como provocação ao prefeito. “Conversamos de forma cordial e republicana ontem (terça, 03)”, garantiu. “Sempre atuei no Legislativo e essa função executiva está sendo uma novidade pra mim, mas traçamos um plano que visa o melhor para a cidade. Foi um ato de gratidão ao que ele (Bonome) fez enquanto secretário de Governo. Mas é preciso entender que agora é outra administração, aquela ficou em 31 de dezembro de 2016.”

Segundo ele, o que está sendo levado em conta é a qualificação técnica de seus diretores e assessores. Bonome – contrariando as tendências – não vai atuar na articulação política. “Ele cuidará da diretoria administrativa dele, assim como os outros diretores cuidarão de suas pastas. A relação entre Câmara e Executivo caberá à presidência (há controvérsias; fontes ouvidas pelo blog apontam Bonome como a melhor escolha justamente pela habilidade de intermediar, de gerir conflitos”)

Para completar, o advogado Daniel Pastorin – aliado do ex-vereador Eder Xavier (PROS) – será responsável pelo jurídico da Câmara. Ele também aceitou o convite de Pio, que ainda pretende ter uma conversa com Eder (que está viajando) sobre o assunto, para “não ficar nenhum mal-entendido”. Tanto Pastorin quanto Eder foram considerados “inimigos mortais” de Auricchio. “Pastorin é jovem e demonstrou extrema competência no Executivo (jurídico do governo Paulo Pinheiro)”, amenizou Pio.

O parlamentar garante que Auricchio não foi incisivo em momento algum com relação às nomeações, mas espera uma boa relação para tocarem a cidade. “Ele pode ter secretários cuja escolha eu não concordo e vice-versa, mas isso é responsabilidade de cada um. A independência dos poderes deve prevalecer.”

Quanto à Diretoria de Comunicação da Câmara, o nome do jornalista Fernando Scarmelloti (ex-secretário de Comunicação da Prefeitura), que chegou a ser ventilado, estaria descartado, segundo informações de bastidores.

(atualização: Scarmelloti foi escolhido por Pio para o cargo; a jornalista Luciana Patara, assessora de Pio e ex-secretária de Comunicação de Auricchio, em licença-maternidade, também chegou a ser sondada)


 

Compartilhar: