ABC - Política -

Auricchio assumirá para 4º mandato em São Caetano após julgamento no TSE

auricchio e dr seraphim scs

Ministros do Tribunal Superior Eleitoral decidiram, por unanimidade, pela posse do tucano, eleito em 2020, tendo o ex-vereador Dr. Seraphim (PL) como vice

Na manhã desta quinta-feira (16), o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) promoveu mais uma sessão de julgamento do caso envolvendo o futuro político de São Caetano do Sul e pôs fim à novela pela cadeira de prefeito. Os ministros da Corte acataram o recurso de José Auricchio Júnior (PSDB), eleito em novembro de 2020, e definiram por unanimidade pela posse para o quarto mandado à frente do Executivo.

Mesmo autorizado a disputar a reeleição no ano passado, Auricchio e, por tabela, seu vice (o ex-vereador Dr. Carlos Humberto Seraphim, do PL) foram impedidos de assumir devido ao julgamento do caso envolvendo suspeita de recebimento de doações irregulares na campanha de 2016 – ocasião em que o tucano compôs chapa com Beto Vidoski, também do PSDB. De lá pra cá, vários recursos foram apresentados à Justiça, com série de desdobramentos.

Como votaram os ministros da Corte

A votação do caso Auricchio teve início no dia 28 de outubro, mas foi interrompida após pedido de vistas do ministro Luís Roberto Barroso. Até então, o relator Luís Felipe Salomão e o ministro Edson Fachin já haviam votado em favor da posse do tucano.

Com a retomada da sessão nesta quinta-feira, votaram a favor Mauro Campbell Marques, Sérgio Banhos, Carlos Horbarh e Nunes Marques, além do ministro Barroso. Também foi julgada ação movida por Fabio Palácio (PSD), segundo colocado na disputa de 2020, contra Dr. Seraphim, com o objetivo de assumir sem a disputa de novas eleições – os ministros esclareceram que não houve indeferimento da vice candidatura e foram contra a reivindicação.

Desde 1º de janeiro, São Caetano vinha sendo administrada pelo presidente da Câmara, Tite Campanella (Cidadania). Com a definição pela volta de Auricchio no plenário do TSE, ele retorna ao Legislativo.

Atualização (às 13h30)

Prefeito interino, Tite divulgou nota oficial após a decisão do TSE em favor de Auricchio. Leia a íntegra:

“Recebo a notícia da vitória do prefeito Auricchio na Justiça Eleitoral com muita alegria. Sempre reconheci a legitimidade de sua candidatura, assim como a legitimidade dos votos que recebeu na eleição de 15 de novembro de 2020.

Deixo a Prefeitura com a certeza do dever cumprido, tendo feito nesse ano o melhor que poderia ter feito. Aliamos a preocupação com a Saúde com a atividade econômica, a volta às aulas presenciais, e uma série de outras ações que foram necessárias para manter São Caetano trabalhando, vivendo e continuando como a melhor cidade do Brasil.

Agradeço ao povo de São Caetano do Sul, que entendeu o momento e sempre me apoiou. Poder servir à minha cidade foi a realização de uma vida. Volto à Câmara, onde permanecerei à disposição de todos para o que for necessário. Nos veremos em breve.

Fiquem com Deus!

Prefeito Tite Campanella • São Caetano do Sul, 16 de dezembro de 2021”

Leia também:

Tite Campanella faz balanço de 2021 e anuncia planos para 2022

 

 

 

COMPARTILHAR: