ABC - Economia - Política -

Auricchio e vereadores visitam futuro Hospital São Luiz em São Caetano

A direção do Hospital São Luiz convidou o prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), e alguns vereadores para uma visita à sua unidade no município, com previsão de inauguração para junho. O prédio de 12 andares, anexo ao Espaço Cerâmica, teve sua pedra fundamental lançada em 2011 – quando Auricchio exercia seu segundo mandato como chefe do Executivo.

De acordo com Luiz Antonio Della Negra, diretor-médico do hospital, o empreendimento – que recebeu investimentos da ordem de R$ 120 milhões – segue o conceito de sustentabilidade. “É todo construído com luminosidade natural, proteção acústica e térmica e lâmpadas de LED, além de termos no terceiro subsolo um reservatório com 800 mil litros de água de reuso”, explica.

O prédio conta ainda com dois elevadores especiais, que operam no sistema de pressão positiva, garantindo o funcionamento mesmo em caso de incêndio. A unidade terá 1,7 mil funcionários, entre corpo clínico e profissionais externos. De início, 40% do quadro será proveniente da própria rede e as novas contratações vão privilegiar moradores da cidade, garante Della Negra.

Foto 3

“É uma satisfação ver a concretização desse projeto, uma vitória para a cidade e para a região. A instalação de um hospital tão moderno como esse cria novas referências na área da saúde”, festeja o prefeito, que conheceu dependências como os quartos, classificados como modelos de internação. Ele também foi ciceroneado pelo diretor regional da Rede D’Or – à qual pertencem, além do São Luiz, os hospitais Brasil (em Santo André) e Assunção (em São Bernardo) -, Maurício Uhle.

Números

O Hospital São Luiz de São Caetano contará com 310 leitos, entre apartamentos e enfermaria; UTI com 88 leitos; unidade infantil com 15 apartamentos e 18 leitos neonatal, além de centro cirúrgico, centro cardiológico e setor de hemodinâmica, entre outros. O pronto-socorro tem capacidade para atender até mil pacientes por dia e segue o modelo Smart Track, da Rede D’Or, que tem meta de prestar o primeiro atendimento médico em no máximo 20 minutos.

Vereadores Marcos Fontes, Eduardo Vidoski, Mauricio Fernandes, Ricardo Andrejuk, Tite Campanella, Edison Parra, Olyntho Voltarelli, Marcel Munhoz, Sidão da Padaria e Caio Funaki acompanharam o prefeito

Vereadores Marcos Fontes, Eduardo Vidoski, Mauricio Fernandes, Ricardo Andrejuk, Tite Campanella, Edison Parra, Olyntho Voltarelli, Marcel Munhoz, Sidão da Padaria e Caio Funaki acompanharam o prefeito

Além dos nove vereadores da base aliada – e de Sidão da Padaria e Suely Nogueira, do PMDB, e Mauricio Fernandes, do DEM (da ala dos “independentes”, mas cada vez mais próximos) -, Auricchio esteve acompanhado do vice-prefeito, Beto Vidoski, e do articulador político do governo junto à Câmara, o ex-vereador Gérsio Sartori.

Leia também:

Após copos descartáveis, Regina Maura quer controlar uso de elevador

 

 

 

 

Compartilhar: