ABC - Sociedade -

Projeto de incentivo à leitura vai beneficiar 26 mil alunos das escolas de Santo André

Com o objetivo de incentivar a leitura e a interpretação de textos, o projeto “Ler Faz Bem”, da Secretaria de Educação, chegará às escolas da rede municipal de Santo André neste mês de março. Cerca de 26 mil alunos de 04 a 10 anos serão beneficiados, ou seja, da educação infantil até o último ano do ensino fundamental.

A atividade de formação aconteceu nesta terça-feira (27), reunindo 90 profissionais, entre assistentes pedagógicos e coordenadores, no Centro de Formação de Professores Clarice Lispector, na Vila Matarazzo. Eles têm a missão de repassar para os outros professores todo o potencial de informações que podem ser exploradas em sala de aula por meio do conteúdo disponibilizado no material do “Ler Faz Bem”.

Cada aluno da rede receberá uma pasta contendo um livro em formato grande, com textos simples para serem lidos juntamente com o professor ou com os pais, um livro de passatempos e brincadeiras e uma revista em quadrinhos. São quatro versões do kit e cada uma varia de acordo com a faixa etária dos estudantes. Além dos livros, os professores receberão um CD-ROM e um livreto com 100 planos de aula para reforçar os conteúdos com atividades práticas. Serão 1.020 professores envolvidos no programa.

“A Prefeitura investe cada vez mais no aluno, contribuindo agora com o material adicional para a leitura. Toda informação adquirida pela criança nesta fase vai refletir em todo o processo de aprendizagem ao longo da vida. A ação ‘Ler Faz Bem’ vai ajudar também o profissional da área com a uma ação didática mais efetiva dentro da sala de aula”, disse a secretária de Educação, Dinah Zekcer.

UNIVESP

Ainda na área educacional, Santo André ganhou na noite da última segunda-feira (26) um novo Polo de Apoio Presencial da UNIVESP (Universidade Virtual do Estado de São Paulo). Espaço instalado no CESA (Centro Educacional de Santo André) Cata Preta será utilizado por 150 alunos da instituição para a realização de atividades – como provas, por exemplo. São 50 alunos de Engenharia de Produção, 50 de Engenharia da Computação e 50 de Pedagogia, aprovados no vestibular de janeiro.

Novo polo é a primeira ação da UNIVESP junto à Prefeitura de Santo André, iniciada com a assinatura de convênio entre o governador Geraldo Alckmin e o prefeito Paulo Serra

Os equipamentos do local foram disponibilizados por meio de parceria entre as secretarias de Inovação e Administração, de Manutenção e Serviços Urbanos, de Educação e de Desenvolvimento e Geração de Emprego. “Essa região passa por uma transformação grande, sempre foi desprezada pelo poder público e agora começa a receber diversas melhorias, construção de creche, delegacia 24 horas, melhoria do transporte público e agora esse polo da UNIVESP”, afirmou o prefeito Paulo Serra (PSDB).

Santo André conta com outro polo da UNIVESP, localizado na Fatec (Faculdade de Tecnologia), no Centro, onde são oferecidos cursos de Licenciatura em Física e em Química. A UNIVESP é uma universidade estadual e opera na modalidade a distância, com a maioria das aulas virtuais e algumas presenciais.

Leia também:

Franquia Multicoisas planeja crescer 13% em 2018 e anuncia Ana Maria Braga como garota-propaganda

Compartilhar: