ABC - Sociedade -

Inverno em Paranapiacaba, Chocolate em Ribeirão Pires: festivais têm início no ABC

Tradicionais no Grande ABC, os festivais de Paranapiacaba, em Santo André, e do Chocolate, em Ribeirão Pires, têm início simultaneamente, neste final de semana. Não vão faltar opções para quem busca variedade de atrações, arte, cultura, gastronomia e música.

Em sua 12ª edição o Festival do Chocolate de Ribeirão Pires será aberto já nesta sexta-feira (20), no Complexo Ayrton Senna (avenida Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Jardim Itacolomy). Até o dia 05 de agosto, durante os finais de semana, o público poderá desfrutar de 30 chalés para alimentação e 20 com produtos artesanais.

Na programação musical, destaque para os shows de Os Paralamas do Sucesso (que abrem a festa, às 21h); Ana Vilela (sábado, dia 21, às 19h); Katinguelê (sábado, dia 21, às 21h); Carlinhos Brown e Timbalada com o “Sarau Kids” (domingo, dia 22, às 11h); Gabriel, O Pensador (dia 27, às 21h), Biquini Cavadão (dia 28, às 21h), Projota (dia 29, às 21h); Molejo (dia 03/08, às 21h); Fundo de Quintal (dia 04/08, às 21h); e da dupla Marcos & Belutti (dia 05/08, às 21h).

Para curtir os shows, o visitante deve trocar 1 kg de alimento não perecível (exceto sal e açúcar) pelos ingressos. Mais informações clique aqui.

Reinado

No último dia 30, a Estância Turística de Ribeirão Pires elegeu a Princesa do Chocolate 2018. A estudante de Fisioterapia Sabrina Pimenta Aguiar, de 19 anos, recebeu a coroa e a faixa de representante oficial do festival deste ano, durante concurso realizado na Praça Central da Vila do Doce.

Sabrina Pimenta Aguiar, moradora do bairro Roncon, foi escolhida Princesa do Chocolate 2018; Luana dos Santos e Letícia Nunes ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente

Vila inglesa no ABC

Em 2018, o Festival de Inverno de Paranapiacaba chega à 18ª edição, nos dias 21, 22, 28 e 29 de julho, das 10h às 22h, com diversas atrações entre apresentações musicais de vários estilos (50 shows estão agendados), dança, teatro, literatura e exposições. As atividades serão realizadas em vários espaços da parte baixa da vila, como a Praça do Antigo Mercado, o Clube União Lyra-Serrano, o Galpão das Oficinas e a Rua Direita, onde será montado um dos palcos.

A parceria com o SESC (Serviço Social do Comércio) será mantida e vai garantir uma programação especial, com série de oficinas de artes visuais, espetáculos de circo, além de música de qualidade, no Clube União Lyra-Serrano (ingressos gratuitos distribuídos antes de cada atração). Dia 22, domingo, por exemplo, tem Guga Stroeter & Orquestra Heartbreakers (foto) no projeto “30 Anos”, com salsa e jazz ao melhor estilo big band.

A Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Cultura, decidiu ampliar o número de atrações de rua neste ano, caso dos saraus, das feiras de artesanato, antiguidades e de discos de vinil. Segundo o prefeito Paulo Serra (PSDB), a proposta de um festival “mais enxuto” economicamente se mantém, destacando a vila, seus encantos e artistas do ABC. “O FIP já é uma marca nossa. Em 2017, realizamos um festival com modelo novo e o maior número de público da história. Uma estrutura mais barata, mas que fez com que a vila se tornasse a maior atração”, afirmou.

A entrada para o evento é gratuita, mas haverá um ponto de arrecadação para o Banco de Alimentos. As doações (quem puder leve 1 kg de alimento não perecível) serão destinadas às entidades assistenciais do município.

A expectativa de público para este ano é ultrapassar os 80 mil visitantes de 2017. A programação completa do FIP está disponível aqui.

Leia também:

Filha de Oswald de Andrade retorna à casa onde o escritor morou em Ribeirão Pires

Compartilhar: