ABC - Sociedade -

Doações de três cidades do ABC para Brumadinho estão na sede do Consórcio e seguirão para MG

Moradores de Santo André, São Caetano e Ribeirão Pires se mobilizaram nos últimos dias para arrecadar doações para a população de Brumadinho (MG), cidade devastada pelo mar de lama com rejeitos de mineração, que atingiu a região do Córrego do Feijão após rompimento da barragem da empresa Vale, na última sexta-feira (25). O material arrecadado está no auditório do Consórcio Intermunicipal Grande ABC.

A campanha de arrecadação teve início a partir de iniciativas dos Fundos Sociais de Solidariedade dos três municípios da região e as doações ficarão à disposição da Defesa Civil de São Paulo, que deve encaminhar material de todo o Estado para Brumadinho. Enquanto as autoridades mineiras não manifestarem a necessidade de mais roupas e alimentos para as populações atingidas pelo desastre, a ação estará suspensa.

“Santo André  se mobilizou em auxílio às vítimas, em mais um gesto de união e solidariedade. Nossa gente se uniu em favor das famílias afetadas pela tragédia ambiental e humana, e atendeu ao chamado de ajudar com doações, para amenizar o sofrimento dos que estão sendo resgatados e de tantos outros desabrigados, que perderam tudo”, afirmou o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB). Presidente  do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, ele pediu que todo o material arrecadado fosse centralizado na sede da entidade.

Até o final da tarde desta quinta-feira (31), 110 mortes foram confirmadas e 238 pessoas continuavam desaparecidas, segundo a Defesa Civil de Minas Gerais. Dos corpos resgatados, 71 foram identificados pelo Instituto Médico Legal (IML). Até agora, 394 pessoas foram localizadas. O número de desalojados ou desabrigados é 108. A partir desta sexta (1º), oitavo dia de buscas, os bombeiros iniciam os trabalhos com escavações – os corpos resgatados até o momento estavam em regiões superficiais.

Letreiro com o nome da cidade de Brumadinho é encoberto por sacos pretos em sinal de luto (Foto: Raquel Freitas / G1)

Equipes de resgate começam a fazer buscas com escavações a partir desta sexta (1º) (Foto: Reprodução / TV Globo)

Doações no ABC

Santo André, por meio do Fundo Social de Solidariedade, arrecadou 11.431 mudas de roupas masculinas, femininas e infantis, de cama, mesa e banho e sapatos. Foram 2,3 toneladas de mantimentos e água, numa demonstração de resposta rápida da população ao chamamento feito pela primeira-dama Ana Carolina Barreto Serra, que se empenhou diretamente na arrecadação, separação e destinação das doações.

Doações de Santo André são entregues no Consórcio: foram 2,3 toneladas de mantimentos e água, além de mais de 11 mil itens de vestuário, artigos de cama, mesa e banho

A Prefeitura de São Caetano e o Fundo Social de Solidariedade do município entregaram na terça-feira (29), na sede do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, 5 mil peças de roupas (adultos e crianças); 500 kg de alimentos e produtos de limpeza e higiene; 32 litros de água potável; 02 colchões; 300 fraldas infantis e 16 kg de ração animal. Já na Estância Turística de Ribeirão Pires foram arrecadadas, também pelo Fundo Social de Solidariedade, 705 peças de roupas; 05 fardos de água com 12 unidades; 02 galões de água de 5 litros; 02 cestas básicas; 90 pares de calçados; 60 brinquedos; 50 kg de alimentos; 02 litros de leite; 01 litro de óleo; 01 pacote de papel higiênico; 04 sabonetes; 05 lençóis e 1 edredon.

Outras ações

Na esfera privada, a Multiplan organizou campanha de arrecadação às vítimas e envolveu os shoppings que controla, entre eles o ParkShopping São Caetano, no ABC. No total, serão doados à população de Brumadinho 22,6 toneladas de alimentos, 48,9 mil litros de água, 45,3 mil produtos de higiene, 2 toneladas de ração e 62,1 mil peças de roupas e sapatos, além de brinquedos, colchões e utensílios para o lar.

Leia também:

Santo André busca apoio da iniciativa privada para viabilizar nova estação de trem

Compartilhar: