ABC - Sociedade -

Cidades do ABC reforçam prevenção ao HIV no Dia Mundial de Luta Contra a Aids

Batizado “Dezembro Vermelho”, este é o mês em que as ações de conscientização e prevenção do vírus HIV são reforçadas em todo o mundo. No Grande ABC não é diferente e o blog traz as iniciativas já definidas para este 1º de dezembro, o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, em cinco cidades da região.

De acordo com números da OMS (Organização Mundial de Saúde), quase 37 milhões de pessoas foram diagnosticadas com o vírus HIV no mundo. Só em 2016, 1,8 milhões foram infectadas. Os dados comprometem a meta de erradicar a Aids até 2030 (reforçando que HIV é o vírus que ataca as células de defesa do nosso corpo e Aids é a doença, em estágio avançado, causada pelo vírus que afeta o sistema imunológico; portanto, ter HIV não é a mesma coisa que ter Aids).

São Bernardo

Como número de pacientes portadores do vírus HIV vem crescendo em grande proporção nos últimos três anos, sobretudo entre os jovens de 15 a 29 anos (e a principal causa é que estão deixando de usar preservativos durante o ato sexual), a Prefeitura decidiu conscientizar o público sobre a importância da prevenção. “Todas as nossas unidades de Saúde possuem estoque de preservativos, femininos e masculinos, completamente de graça. Também realizamos rodas de conversa sobre os riscos provocados pelas doenças sexualmente transmissíveis”, diz o prefeito Orlando Morando (PSDB).

O ambulatório específico para tratamento das doenças sexualmente transmissíveis da cidade fica na Policlínica Centro, localizada na avenida Armando Ítalo Setti, 402, no Baeta Neves. Mensalmente, são atendidos cerca de 2,3 mil pacientes por profissionais de diversas especialidades. Nesta sexta (1º), as UBS’s seguirão realizando testes rápidos para detecção do vírus HIV. “A Aids é uma doença muito séria e precisamos fazer com que os índices voltem a cair”, completa o secretário municipal de Saúde, Geraldo Reple.

Diadema

O município aderiu à campanha Fique Sabendo, do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde, e vem incentivando o diagnóstico de HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis (como a sífilis e as hepatites virais). Testes rápidos são realizados o ano todo nas 20 Unidades Básicas de Saúde de Diadema e, entre o final de novembro e o início de dezembro, estimulados por meio de mutirões. Em caso de resultado positivo, o morador é orientado a realizar outro exame para confirmação e início do tratamento com antirretrovirais.

Nesta sexta (1º), das 09h às 16h, equipes de profissionais também estarão em frente aos terminais metropolitanos Diadema e Piraporinha distribuindo preservativos masculinos e femininos e folhetos sobre HIV e infecções sexualmente transmissíveis. Além das UBS’s, está à disposição da população o Centro de Referência em IST/Aids e Hepatites Virais, que fica na rua Oriente Monti, 28, no Centro.

Segundo Alexandre Yamaçake, coordenador do programa municipal IST/Aids e Hepatites Virais, o uso do preservativo também tem baixado entre casais com relacionamentos fixos. “A transmissão das doenças pode ocorrer por via sexual, pelo contato com sêmen e secreções vaginais; da mãe para o filho na gestação, durante o parto e amamentação; pelo compartilhamento de seringas e agulhas; e pela transfusão de sangue. No caso do HIV, sífilis, gonoreia, HPV e herpes, a transmissão ocorre predominantemente pela relação sexual, inclusive oral, vaginal e anal”, explica.

São Caetano

Nesta sexta-feira (1º), o Cepadi (Centro de Prevenção e Assistência às Doenças Infecciosas) e as 13 unidades de Saúde do município oferecerão testes rápidos de HIV e também de sífilis, das 08h às 16h. Além do exame, há um processo de aconselhamento, antes e depois do teste, para facilitar a correta interpretação do resultado pelo paciente.

Segundo dados divulgados pela Secretaria de Saúde do município, gestantes vivendo com HIV têm 99% de chance de terem filhos sem o vírus se seguirem o tratamento recomendado durante o pré-natal, parto e pós-parto. Por isso, o foco no diagnóstico precoce do vírus para o aumento da expectativa e da qualidade de vida do paciente. O Cepadi de São Caetano fica na avenida Dr. Rodrigues Alves, 93, no Bairro Fundação.

Ribeirão Pires

Durante todo o mês, Secretaria de Saúde e Higiene da Estância vai orientar sobre as doenças sexualmente transmissíveis e divulgar serviços disponíveis gratuitamente na rede municipal. Nesta sexta (1º), a partir das 13h, profissionais da Pasta, com apoio do Conselho Municipal de Diversidade Sexual, distribuirão kits de prevenção, com preservativos, na Praça Central.

Ações do Dezembro Vermelho em Ribeirão Pires

A rede de Saúde de Ribeirão conta com atendimento permanente no Serviço de Atenção Especializada/Ambulatório de Infectologia, que realiza testes gratuitos de HIV, sífilis e hepatites B e C, de segunda a sexta, das 07h às 17h (na avenida Francisco Monteiro, 205, no Centro). “Nossas equipes trabalham durante todo o ano e essas ações estão sendo reforçadas. Os profissionais do Serviço de Atenção Especializada estão preparados para acolher os moradores e esclarecer dúvidas”, explica a secretária de Saúde e Higiene da cidade, Patrícia Freitas.

Rio Grande da Serra

Nesta sexta (1º), todas as UBS’s de Rio Grande da Serra estarão realizando teste rápido para detecção de HIV, sífilis, hepatites B e C . A ação marca o Dia Mundial de Luta contra Aids na cidade e, segundo a secretária de Saúde, Suzenete Carlis, servirá para conscientizar a população sobre o risco das doenças sexualmente transmissíveis.

A campanha “Fique Sabendo” seguirá até o próximo dia 07, com ações conforme o calendário:

Dia 04/12

08h30 – UBS Vila Conde

10h30 – UBS Vila Niwa

Dia 05 /12

08h30 – UBS Vila São João

10h30 – UBS Vila Lopes

Dia 06/12

08h30 – UBS Centro

10h30 – UBS Sítio Maria Joana

Dia 07/12

08h30 – UBS Parque América

10h30 – UBS Santa Tereza

Leia também:

Mauá 63 anos: comemorações iniciam com campanha de Natal Solidário e seguem com inaugurações

 

 

Compartilhar: