ABC - Política -

Bastidores: entrevista de prefeito do ABC a jornal regional termina em “climão”

Quem viu de perto garante que o tempo fechou durante gravação da entrevista do prefeito Orlando Morando (PSDB) à webtv do jornal Diário do Grande ABC. Com direito a ranger de dentes e choradeira nos corredores.

Segundo funcionários do veículo, que conversaram com o blog e obviamente terão suas identidades preservadas, o chefe do Executivo de São Bernardo esteve na redação no final de março e sua entrevista abriria série sobre os 100 primeiros dias de governo dos prefeitos do ABC. Abriria. Precisou ser trocada, em cima da hora, pela conversa com José Auricchio Júnior (PSDB), prefeito de São Caetano, que por sorte já estava pronta (porém, sem conteúdo de impacto ou novidades, teriam avaliado executivos do periódico).

A mudança de planos se deu porque Morando ficou surpreso – para não dizer profundamente irritado – com as perguntas que lhe foram direcionadas. Explica-se: a Prefeitura de São Bernardo tem sido generosa no envio de verbas publicitárias, com direito a publicação de páginas inteiras de anúncios no jornal comandado pelo empresário Ronan Maria Pinto, condenado recentemente pelo juiz Sérgio Moro por lavagem de dinheiro.

“Vocês estão de brincadeira comigo?” e “Isso é alguma pegadinha?” teria disparado o prefeito (ultimamente, pouco solícito a responder perguntas fora da pauta estabelecida em coletivas) a medida em que os assuntos não lhe agradavam. Tem sido comum ele evitar jornalistas que pedem entrevistas exclusivas dando respostas atravessadas.

Voltando ao entrevero na TV do DGABC, dizem que – enquanto Morando esbravejava – editores tentavam encontrar culpados nos bastidores ou apagar o incêndio. Até Ronan foi parar no estúdio para ver de perto a situação. Mas o entrevistado saiu do prédio da rua Catequese (Santo André) pisando forte e com cara de poucos amigos. Nem olhou para o dono do jornal, que até “correu” atrás dele. O prefeito bateu a porta do carro e nem confiança.

dgabc tv

Entrevista foi regravada às pressas; tensão de dias atrás deu lugar a clima feliz e amistoso

Depois de muitas tentativas junto à assessoria de Morando, do choro dos responsabilizados pelo “desencontro” na pauta e de cabeças quase rolarem (há quem afirme que o climão ainda não foi bem digerido pela cúpula do jornal), ficaram “de bem”. A entrevista foi regravada às pressas neste final de semana e veiculada nesta segunda (10) em tom de bajulação. Já o prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), não topou participar da série de sabatinas.

Em tempo: o Diário do Grande ABC, que já deteve o monopólio da informação na região, acaba de ser ultrapassado pelo jornal ABCD Maior em repercussão nas redes sociais – fundamentais hoje em dia para a disseminação de informações. O ABCD Maior atingiu a marca de 184 mil curtidas no Facebook ante 182 mil do DGABC. Além da internet, a TVT – do mesmo grupo do ABCD Maior, com estúdios em São Bernardo, sinal aberto e na TV paga – é de longe campeã de audiência entre as emissoras regionais. Atualmente, seu alcance ganha contornos nacionais e ultrapassa a tela da televisão (são 157 mil curtidas na fanpage e lives com registro expressivo de internautas). Na sequência, vem a RDTV, canal online do jornal Repórter Diário, com forte repercussão também de suas transmissões ao vivo, alto índice de envolvimento e compartilhamentos.

Leia também:

Apesar de queda de ponte, aniversário de Santo André precisa ser positivo, diz prefeito

 

Compartilhar: