ABC - Grande SP - Sociedade -

ABC tem a menor taxa de ocupação em UTI por Covid-19 da Grande São Paulo

Foto - Angelo Baima_PSA (12)

Percentual atingiu 24,4% nas sete cidades, refletindo avanço da vacinação

O Grande ABC registra, atualmente, a menor taxa de ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para Covid-19 na Região Metropolitana de São Paulo. O resultado reflete o avanço da vacinação nas sete cidades.

A taxa de ocupação atingiu 24,4% no Grande ABC neste domingo (19), percentual inferior em relação ao das outras cinco sub-regiões da Região Metropolitana, ao da Capital e ao da Grande São Paulo como um todo. Já o índice de leitos UTI por 100 mil habitantes atingiu 26,3 nas sete cidades, superior ao das demais sub-regiões, ao da Capital e ao Região Metropolitana. Os dados são da Fundação Seade.

Segundo o presidente do Consórcio Intermunicipal Grande ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), a queda nas internações comprova a eficácia da vacinação contra a Covid-19, assim como as ações tomadas pelos municípios para diminuir a contaminação. “A redução na ocupação nas UTIs é resultado concreto do avanço da vacinação na nossa região e das medidas de controle tomadas pelas sete prefeituras. Seguiremos trabalhando melhorar ainda mais esses índices, protegendo a nossa gente e salvando vidas”, ressaltou.

Nota do Blog: apesar dos números animadores com relação à ocupação de leitos, a pandemia não acabou e novas variantes, como a Delta e a Mu, fazem vítimas, sobretudo entre os não vacinados. É importante seguir com as medidas de proteção: o uso de máscara e álcool gel, além de evitar aglomerações e lugares lotados.

(Foto: Angelo Baima / PSA)

Leia também:

Avanço: São Caetano é pioneira na rede pública paulista em testes para detectar lesões na mama por inteligência artificial

 

COMPARTILHAR: