ABC - Sociedade -

ABC decide manter ônibus em circulação, mas com redução de frota

Decisão de não paralisar o transporte coletivo municipal visa atender a população que precisa sair para trabalhar, principalmente profissionais que atuam com serviços essenciais

Os prefeitos do Grande ABC aprovaram nesta terça-feira (24), em assembleia extraordinária do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, realizada por videoconferência, o realinhamento da medida de suspensão do transporte público municipal nas sete cidades da região (Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra).

A medida faz parte de um esforço para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Os secretários estaduais de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, e de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, participaram da reunião e conseguiram realinhar as ofertas de ônibus aos municípios que englobam o Consórcio, seguindo determinação do governador João Doria (PSDB).

Após reavaliação e estudos técnicos, ficou estabelecido que, a partir da meia-noite de 29 de março (domingo), o transporte coletivo municipal das sete cidades será realizado com frota de 50% nos horários de pico e de 30% nos demais horários. Entenda as regras que serão seguidas:

– Dias úteis: de 50% da frota no horário de pico (06h às 08h e 16h às 20h) e 30% no restante do dia.

– Sábados, domingos e feriados: de 30% da frota no horário de pico (0 6h às 8h e 16h às 20h) e 15% no restante do dia.

“O que norteia nossas decisões é conter o avanço da pandemia. Este realinhamento possibilita que o transporte coletivo atenda os serviços essenciais, profissionais da saúde, segurança pública que se deslocam entre o Grande ABC e as demais cidades da Região Metropolitana de São Paulo, assim como as empresas que prestam serviços para os hospitais”, afirmou o presidente do Consórcio ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (Cidadania).  Segundo ele, a demanda e peculiaridade de cada município, diante das atividades essenciais e excepcionais, será levada em conta.

O presidente do Consórcio ABC explicou também que a decisão da entidade regional junto às prefeituras e ao Governo do Estado é passível de revisão a qualquer momento, como todas as medidas no combate à pandemia de COVID-19.

Ônibus intermunicipais

Já a EMTU autorizou a redução de até 35% na oferta das viagens das concessionárias/permissionárias nas cinco regiões gerenciadas pela empresa. Apesar da redução, a determinação é garantir o transporte às pessoas que trabalham em atividades essenciais, como segurança, saúde e as excepcionais previstas pelo decreto de quarentena.

Trens

A CPTM também vai garantir o atendimento à região do ABC pela Linha 10-Turquesa, que já registrou redução de 65% da demanda por dia útil. Com a diminuição da demanda e o cancelamento das aulas, foram suspensos os seguintes serviços:

– Expresso Linha 10: viagens extras entre as estações Prefeito Celso Daniel-Santo André e Tamanduateí, com parada na Estação São Caetano-Prefeito Walter Braido, nos dias úteis nos horários de pico. Pela manhã, são realizadas 15 viagens entre 06h e 09h30. No período da tarde, serão 18, das 16h às 20h15.

– Expresso Linha 10+: faz o trajeto entre as estações Prefeito Celso Daniel-Santo André e Luz, somente aos sábados, com paradas nas estações intermediárias São Caetano, Tamanduateí e Brás. São seis viagens por dia com horário marcado. Partidas de Santo André: às 07h, 08h e 09h. Partidas da Estação da Luz: às 12h, 13h e 14h.

– Expresso Educação Linha 10: realiza cinco viagens à noite, das 22h às 23h, nos dias úteis, entre as estações Tamanduateí e Prefeito Celso Daniel-Santo André, com parada em São Caetano.

Diariamente será feita uma avaliação da demanda de passageiros e, caso seja necessário, novas alterações poderão ser adotadas para preservar a integridade dos colaboradores e passageiros. Todas essas decisões têm o objetivo de preservar a saúde e a vida dos cidadãos, organizando a escala dos colaboradores, contribuindo com as medidas de precaução e recolhimento que o momento exige.

Leia também:

Quarentena em todo o Estado entra em vigor à meia-noite desta terça (24)

 

Compartilhar: