Grande SP - Política -

54% reprovam o governo Guti em Guarulhos

Pesquisa realizada pela Indsat no primeiro trimestre de 2018 revela que 54% dos moradores de Guarulhos reprovam a gestão do prefeito Guti (PSB). Essa é a maior reprovação do peesebista registrada em um ano. O levantamento ouviu 400 entrevistados. Apenas 10% aprovam a administração pública guarulhense e 36% disseram que ela está “regular”.

A partir de metodologia própria, a Indsat identifica os índices de satisfação com os principais serviços e agentes públicos das dez maiores cidades do Estado. Como a gestão de Guti registrou 440 pontos, a administração pública de Guarulhos iniciou o ano com Baixo Grau de Satisfação por parte dos moradores. Essa classificação é atribuída aos segmentos que registram entre 350 e 499 pontos.

Entenda a escala Indsat:

  • Abaixo de 350 pontos = Baixíssimo Grau de Satisfação

  • Entre 350 e 499 pontos = Baixo Grau de Satisfação

  • Entre 500 e 649 pontos = Grau Médio de Satisfação

  • Entre 650 e 799 pontos = Alto Grau de Satisfação

  • A partir de 800 pontos = Grau de Excelência

2017

Durante os três primeiros levantamentos do ano passado, a gestão municipal recebeu Grau Médio de Satisfação por ter registrado índices entre 500 e 659 pontos. No primeiro trimestre, por exemplo, a pontuação foi de 620 pontos. No levantamento seguinte, o número caiu para 510, mas demonstrou uma leve melhora de 25 pontos no terceiro trimestre.

No último levantamento de 2017, a administração pública recebeu Baixo Grau de Satisfação pela primeira vez. A reprovação era de 42% e a gestão de Guti fechou o ano com 485 pontos pelo critério Indsat.

A mais recente pesquisa apontou também o perfil dos moradores menos satisfeitos com a administração municipal. Entrevistados que têm entre 31 e 50 anos de idade foram os que menos aprovaram. Quando levada em conta a escolaridade, a reprovação é maior entre guarulhenses com ensino médio.

Serviços Públicos

Em levantamento realizado pelo instituto, os moradores reprovaram o trânsito em Guarulhos – considerado o pior entre as dez maiores cidades paulista (excluindo a capital), com 74% de ruim ou péssimo. As três primeiras no ranking – São José dos Campos, Campinas e Ribeirão Preto, nesta ordem – foram as únicas que atingiram Grau Médio de Satisfação (mais de 500 pontos).

Embora o serviço realizado pelo SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) tenha 54% de aprovação, a qualidade da água em Guarulhos também foi considerada a pior entre os dez maiores municípios (34% de regular e 12% de ruim ou péssima). Ainda que tenha somado 681 pontos neste quesito (Alto Grau de Satisfação, pelos critérios estabelecidos), a cidade está 81 pontos atrás da primeira colocada, São José dos Campos – tal índice foi insuficiente para tirá-la do 10º lugar.

A Indsat leva em consideração os critérios de “ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo” para o cálculo final dos índices de satisfação.

Leia também:

Guarulhos e Osasco lideram lançamentos de imóveis na Grande SP

 

 

Compartilhar: