ABC - Política -

São Caetano: Auricchio vai devolver veículos alugados por seu antecessor

Entre as medidas de austeridade financeira adotadas, o prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior (PSDB), já decidiu que vai devolver veículos alugados pela gestão de seu antecessor, Paulo Pinheiro (PMDB). O aluguel sempre foi motivo de polêmica na cidade por conta de um gasto anual em torno de R$ 30 milhões.

Auricchio já encomendou estudo para revisão ou cancelamento de contratos com as empresas prestadoras dos serviços e a meta é devolver 40% da frota locada, que atende áreas como Segurança, Saúde e Trânsito. Há carros e motocicletas da GCM, ambulâncias, retroescavadeiras, ônibus e caminhões no pacote.

Só em 2015, foram alugados 154 veículos. No caso da GCM (Guarda Civil Municipal), a antiga frota, de 37 veículos, foi substituída por 52 novinhos. Existia uma promessa de compra por parte da Prefeitura de mais 28 carros (junto com armas e fardamento), o que totalizaria 80 veículos. Segundo apurado, isso não ocorreu e esse adicional também teria sido locado.

Dos 184 veículos próprios do município, estima-se que 20 tenham virado sucata e outros 66 ido à leilão. Com certeza, será preciso também um estudo sobre as condições e necessidade de manutenção dos que ficaram.

Cortes

Auricchio ainda decretou o congelamento de 30% dos cargos comissionados (a proposta é enxugar a massa salarial, muito mais que reduzir pessoal, e economizar R$ 2 milhões/mês). Até esta sexta-feira (06), um total de 1.300 colaboradores (de empresas terceirizadas) serão exonerados.

 

 

Compartilhar: