ABC - Política -

Morando vai analisar se tarifas de ônibus aumentam ou não em São Bernardo

O prefeito Orlando Morando (PSDB) aguarda as planilhas do transporte coletivo – solicitadas à ETCSBC (Empresa de Transportes Coletivos de São Bernardo do Campo) – para decidir sobre o valor das tarifas na cidade. O aumento, no entanto, não está descartado. “Preciso primeiro analisar a composição dos custos para dizer se vai aumentar ou não”, diz o tucano.

Ao contrário de São Caetano e Mauá – onde a decisão já foi revogada – e de Santo André (onde está valendo o novo valor de R$ 4,20), em São Bernardo não houve aumento nas tarifas de ônibus no final da gestão de Luiz Marinho (PT). A SBC Trans (empresa que opera as linhas municipais) chegou a protocolar pedido de reajuste, para R$ 4,50, junto à Secretaria de Transportes.

Até 2015, os prefeitos da região se reuniam todo final de ano no Consórcio Intermunicipal Grande ABC para estabelecer os valores, mas em 2016 cada um decidiu separadamente. Novo presidente da entidade, Morando destacou, segundo o Blog Ponto de Ônibus, que para o ano que vem deve propor um aumento regional de tarifas, com o objetivo de unificar as datas para que o cidadão se adapte melhor aos reajustes.

 

 

Compartilhar: