ABC - Política -

Ex-vice-prefeito de Ribeirão Pires, Tokuzumi morre aos 63 anos

O ex-vice-prefeito de Ribeirão Pires Roberto Tokuzumi, de 63 anos, morreu no início da noite desta terça-feira (14). Secretário de Meio Ambiente do atual governo municipal, ele enfrentava problemas renais desde o início do ano e estava em casa.

Em nota, a Prefeitura lamentou o falecimento e o prefeito Kiko Teixeira (PSB) decretou luto oficial de três dias no município. “Ribeirão Pires se despede com tristeza de um homem admirável e de carreira profissional respeitável, que lutava contra complicações de saúde. Desde o início deste ano, contribuiu com as ações deste governo à frente da Secretaria de Meio Ambiente. Descanse em paz!”, comentou.

Tokuzumi foi vice-prefeito de Ribeirão Pires de 1993 a 1996, durante a gestão de Valdírio Prisco (1932-2012). Em 1996, se lançou candidato a prefeito pelo PRP, mas perdeu para Maria Inês Soares (PT). Em 2000, migrou para o PV e tentou novamente chegar ao Executivo, mas Maria Inês se reelegeu.

Escândalo

Arquiteto e urbanista, formado pela Universidade Braz Cubas, ele atuou por 11 anos na Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). Ainda ocupou cargos em secretarias do governo estadual.

No Grande ABC, teve passagens pelas secretarias de Obras e Habitação e Meio Ambiente de São Bernardo e pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental) de Santo André, onde teve seu nome envolvido no escândalo da liberação de licenças ambientais pela autarquia, mediante o pagamento de propinas que chegavam a R$ 1 milhão.

Diretor do departamento de Gestão Ambiental, de 2009 a 2012, Tokuzumi virou réu no caso, juntamente com o ex-prefeito andreense Aidan Ravin (hoje no PSB) e o superintendente da autarquia na época, Ângelo Pavin, entre outros envolvidos que respondem por formação de quadrilha. O Ministério Público, porém, pediu que ele tivesse sua pena reduzida (o que vinha sendo analisado pela Justiça) por ter delatado o esquema. Sua nomeação por Kiko para a pasta de Meio Ambiente gerou polêmica.

Nascido em Mogi das Cruzes, Tokuzumi deixa três filhos e três netos. O velório teve início às 22h na Câmara Municipal de Ribeirão Pires.

Leia também:

Portal Turístico é inaugurado em Ribeirão Pires e cidade projeta novo tempo para se manter Estância

Compartilhar: