ABC - Política -

Ator troca novela da Record por candidatura a vereador em São Caetano

Com discurso pró Bolsonaro e anti-Globo, Victor Pecoraro, que estava confirmado no elenco da novela “Gênesis”, se lança pré-candidato na cidade do ABC

O ator Victor Pecoraro anunciou em suas redes sociais que é pré-candidato a vereador em São Caetano do Sul pelo Avante. Escalado para a próxima novela da Record, “Gênesis”, ele abandonou o elenco da produção bíblica para apostar no cenário político.

“Eu já estava com esse projeto antes mesmo de ser escalado para ‘Gênesis’. Como não sou político, acho que tenho uma coisa boa, que poucos têm na política: o amor pelas pessoas”, justificou.

Aos 42 anos, o ator tem adotado discurso conservador, alinhado ao presidente Jair Bolsonaro. Além de se mostrar contrário à figuras de esquerda – como petistas e o pré-candidato a prefeito de São Paulo pelo PSOL, Guilherme Boulos -, passou a atacar a Rede Globo – sua antiga casa.

O ator compartilhou em seu Instagram um vídeo da NDTV (afiliada da Record em Santa Catarina) com críticas à Globo e à jornalista Maju Coutinho, após o “Jornal Hoje” noticiar que Bolsonaro e autoridades do governo federal não se solidarizaram às famílias dos mortos pela Covid-19 – apenas uma médica do estado da Bahia – num evento intitulado “Brasil Vencendo a Covid”, na manhã da última segunda-feira (24).

“Vergonha. Teve épocas incríveis dessa emissora, mas infelizmente optou por um caminho sem volta”, criticou Victor, usando as hashtags #pessimojornalismo e #globolixo, sem medo de fechar portas na principal emissora do país, uma das maiores produtoras mundiais de teledramaturgia.

O ator ainda reclamou por não receber “um centavo” pela reprise de “Chocolate com Pimenta”, no canal Viva, do Grupo Globo. As postagens dividiram opiniões.

Pré-Candidatura

Na decisão de disputar uma cadeira de vereador na cidade do ABC, Victor – que nasceu em São Caetano mas chegou a morar no Rio de Janeiro por uma temporada em razão dos compromissos profissionais -, contou com o incentivo do ex-vereador e ex-prefeiturável Gilberto Costa, que também tentará retornar ao Legislativo pelo Avante.

Com família em São Caetano, o ator e pré-candidato a vereador defende as bandeiras do esporte, da educação, da cultura e do social. Em entrevista ao site Notícias da TV, ele disse que a vontade de ingressar na carreira política é antiga, porém, o trabalho como artista o impedia de viabilizar projeto eleitoral.

O ator Victor Pecoraro em reunião com Marquinho Tortorello e Gilberto Costa, presidente e vice do Avante de São Caetano, respetivamente

“Nunca tive tempo para poder me dedicar a isso por conta das gravações. Agora, a pandemia foi uma alavanca. Como meu contrato (com a Record) foi pausado, decidi tentar entrar como vereador na cidade de São Caetano do Sul”, contou.

Se a pandemia permitir, ele garante que vai às ruas fazer campanha. Caso eleito, promete manter o contato com o povo. “Quero ser um vereador de rua. O cara que sai para ver a dificuldade de perto. Não quero ganhar dinheiro, quero deixar um legado.”

Biografia

Casado com a modelo Renata Muller e pai de duas filhas (Sophia e Rebekah), o ator estreou na TV numa ponta em “Marisol” (2002), no SBT. Na Globo, participou das novelas “Cobras & Lagartos” (2006), “Sete Pecados” e “Duas Caras” (ambas em 2007), “Negócio da China” (2009) e “Tempos Modernos” (2010). Os papéis de mais destaque na emissora foram vividos em “Chocolate com Pimenta” (2003) e “Aquele Beijo” (2011).

Em 2012, Victor deixou a Globo e atuou em “Corações Feridos” (SBT). No mesmo ano, migrou para a Record para protagonizar a novela “Balacobaco”. Na sequência emplacou as tramas “Milagres de Jesus” e “Os Dez Mandamentos” (ambas em 2015), além “Belaventura” (2017).

O artista viveu Afonso em “As Aventuras de Poliana”, mas não foi confirmado para a segunda temporada da novela do SBT

Em 2018, acertou sua volta à emissora de Silvio Santos para integrar o elenco de “As Aventuras de Poliana”, cuja primeira fase saiu do ar neste ano. Fora da continuação da trama infanto-juvenil, acertou para interpretar o personagem Gade, em “Gênesis”. As gravações da novela já haviam começado, inclusive no Marrocos, mas foram interrompidas devido à pandemia da Covid-19.

Leia também:

Santo André amplia para oito horas período de funcionamento de estabelecimentos comerciais

 

COMPARTILHAR: