Grande SP - Política -

Alckmin visita obras de estação da CPTM que vai ligar a Capital a Guarulhos

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) vistoriou as obras da estação Engenheiro Goulart nesta segunda-feira (19). Ele foi acompanhado pelo secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, e pelo presidente da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), Paulo de Magalhães, além de técnicos da obra. A estação está em reconstrução para atender as linhas 12-Safira (Brás-Calmon Viana) e a 13-Jade (Engenheiro Goulart-Aeroporto) em implantação.

“A Estação Engenheiro Goulart está sendo praticamente reconstruída. Ela tinha 500 metros quadrados e será reaberta com 15 mil metros quadrados. Terá elevadores, escadas rolantes, bicicletário, acessibilidade e uma passarela sobre a linha até o Parque do Tietê. Quando for reaberta vai facilitar o acesso ao parque para cerca de 30 mil pessoas a cada fim de semana”, explicou o governador.

alckmin engenheiro goulart cptm 2A estação será concluída em julho e, primeiramente, entrará em operação para atender os usuários da Linha 12-Safira. A partir de 2018, passará a atender também a Linha 13-Jade, que vai ligar São Paulo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos. As obras representam um investimento total de R$ 2,2 bilhões do Estado e contam ainda com financiamento da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Linha 13-Jade – A nova linha terá 12,2 quilômetros de extensão, sendo que uma parte do trajeto será feita em superfície (4,3 km) e outra em via elevada (7,9 km) – a estimativa inicial é que 130 mil pessoas sejam beneficiadas por dia. O valor da tarifa será o mesmo cobrado em todo o sistema metroferroviário, que atualmente é de R$ 3,80. No total, serão duas novas estações: Guarulhos-Cecap e Aeroporto-Guarulhos, além da Estação Engenheiro Goulart, integrando com a Linha-12 Safira. Todas terão acessibilidade (elevadores, pisos podotáteis, comunicação em Braille, corrimãos e rampas adequadas) e escadas rolantes.

Estão sendo construídas três subestações de energia e duas cabines seccionadoras.  A nova linha faz a transposição sobre os rios Tietê e Baquirivú-Guaçú, das rodovias Ayrton Senna, Hélio Smidt, Presidente Dutra e da Avenida Monteiro Lobato. A Estação Guarulhos-Cecap fará integração com outros modais, a exemplo da Rodoviária de Guarulhos. Já a Estação Aeroporto-Guarulhos terá um acesso que permitirá a integração com o Terminal Metropolitano de Taboão (Guarulhos), permitindo aos moradores desssas regiões se deslocar em 22 cidades do Estado por meio das linhas da CPTM e do Metrô.

Leia também:

Prefeitos discutem empréstimos internacionais em reunião do Cioeste

 

 

 

Compartilhar: